quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

X-MAN de Eugenio Colonnese

Podem ler on line, basta clicar na imagem acima.
Podem baixar para ler no seu computador - AQUI

Personagem do Quadrinho Brasileiro publicado na década de 60... Foi publicado como “suplemento” do “Jornal Jovem”, na edição do Suplemento em Quadrinhos#03 em Janeiro de 1968. O “jornal” era editado pela LINOGRÁFICA EDITORA LTDA/São Paulo. Nos créditos da publicação constam como Diretor Editor: Paulo C. Marti; Diretor Editorial: Álvaro de Moya e como Diretor de Produção: Reinaldo de Oliveira.

O “Jornal Jovem” se dedicava a apresentar, somente na última capa, notícias, em especial ao movimento da Jovem Guarda entre outras notas relativas ao meio artístico/musical e das mídias de rádio e televisão de então. O projeto, que parecia ser o mote da publicação, era mesmo o Suplemento em Quadrinhos, que revivia a sua inspiração/homenagem/influência, inclusive na logomarca e sua grafia do antigo tabloíde—Suplemento Juvenil, lançado pelo pioneiro dos Quadrinhos no Brasil Adolfo Ainzen em 1934 (ainda como Suplemento Infantil)...

O Suplemento em Quadrinhos, a exemplo de seu congênere de 30, apresentava em suas páginas bem acabadas, aventuras dos personagens clássicos como O Fantasma, Mandrake, Flash Gordon, Batman, etc. mas, na edição de número 3 (infelizmente - a última), nos brindou com uma história completa do Mestre Eugenio Colonnese, do seu personagem denominado X-Man.

Pouco se sabe sobre o personagem que apresentamos nessa edição digital, embora muito cultuado pelos amantes do Quadrinho Brasileiro... Mas podemos dizer que o personagem foi mesmo desenhado pelo Colonnese em 1968 a confirmar, sua assinatura no último quadro da publicação com esta data... Não temos notícia de uma outra aventura do personagem anterior e ou posterior a essa pelo autor. Alguns pesquisadores dizem que o personagem teria sido criado para um editora britânica denominada Fleetway que o teria recusado... Bem, verdade ou não, o herói é brazuca!

X-MAN.. O nome?! Acho que propositalmente, no projeto do autor, ele quis realmente brincar com o imaginário do leitor... Em toda a história não há evidências de uma identidade secreta e o mascarado com um enigmático “X” no peito chama-se X-Man! O autor, um versado na mitologia dos pulps e comics, creio, nos brindou com um “homem secreto” ao estilo e cheio de clima noir ... O vilão, a mocinha, os capatazes bem vestidos, o projeto fantástico da construção de um “homem de ferro”, cientistas raptados, etc., tudo gira em torno dos temas da literatura pulp americana, onde surgiram os primeiros G-MEN... As letras G, X se anexaram nestas mídias para expressar então estes homens maravilhosos da fantasia, G-Man, X-9, X-Man... Avalio neste contexto todo que realmente o nome do personagem seja mesmo intencional, para designar um homem misterioso, secreto, desconhecido, fantástico, assim como o próprio “x” representa uma incógnita, um X-MAN!

Boa leitura! Breve, resgataremos outros personagens de nossa HQ... © 2013 Lancelott.

domingo, 1 de dezembro de 2013

RAIO NEGRO de Lancelott (Webcomic)

Para leitura ON-LINE basta clicar na figura acima... Para baixar e ler no seu computador, clique AQUI

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

EVÊ de Hélio Guedes

EVÊ é uma criação de Hélio Guedes...  O personagem capoeirista foi projetado para o cinema mas, o projeto não foi concluído e o autor nos brindou, através dos quadrinhos,  com esta bela história que apresentamos aqui a primeira parte, através do sêlo deste blog ( parceiros de todos os autores que queiram apresentar seus personagens)...
Seguem abaixo os links para leitura on-line (PDF) e download em CBR
No meu ISSUU, podem ler AQUI
Para download AQUI

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

ÉGOS by Sérgio Oliveira

ÉGOS, uma criação do fanzineiro Sérgio Oliveira, desenvolvido para o zine Fábrica de Monstros. O personagem tem por função nas tramas em que surge expor, como uma parábola, as exibições dos égos dos demais personagens, como um "tentador"...
"...este ser é a personificação do "primeiro EU" onde ele manipula situações e as pessoas para benefício próprio. - Seu ÉGO!" (SO)
"Manipulação das massas ampliando assim seu império, induzindo indivíduos a viverem para si mesmos em detrimento do próximo. Oferecendo em troca falsa luz..."(SO)
Na sua saga, também tem o papel de "fornecedor" de heróis/criações para o CATALOGADOR, numa relação de troca, aplicável, neste caso à realidade... 
Pode manipular este "egocentrismo" através das estrelas na sua face e peito, atribuindo uma sensação de extrema luz e ou breu total...

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

LAGARTO NEGRO - A REVISTA

Voce tem aqui, na tela de seu computador, o segundo número da revista digital do LAGARTO NEGRO de Gabriel Rocha. A revista é uma compilação de histórias antigas do personagem publicadas entre 1998 a 2002...
O personagem é um ícone dos Quadrinhos Independentes com muitos fãs desde o movimento dos fanzines e webzines... Para conhecer melhor baixem por estes links...
AQUI  (VOL 1) em cbr
AQUI  (VOL 2) em cbr
ISSUU (VOL 1) para leitura ON LINE e PDF
ISSUU (VOL 2) para leitura ON LINE e PDF


sábado, 2 de novembro de 2013

CATALOGADOR DE UNIVERSOS Vs. GARRA CINZENTA & FLAMA

“ENCONTROS”?! Sim, a qualquer momento, inusitadamente, personagens do Quadrinho Brasileiro estarão aqui com o Catalogador de Universos, que no seu anseio insaciável por catalogá-los, os confronta, experimenta-os, conhece-os... Talvez, algo maior esteja por vir, quem sabe um grande confronto, ou pequenos eventos interligados ... Só o futuro dirá!

Meus amigos e fãs do Quadrinho Brasileiro, com esta minha sede de "catalogar" personagens oriundos desta fantasia gráfica, resolvi aliar à minha pesquisa um novo formato de contar e mostrar as nossas criações, obscuras ou não, marginais ou não, de fanzines e ou "oficiais", muitas delas mesmo feitas por grandes autores e circunscritas às suas regiões não são de conhecimento da grande maioria dos brasileiros, resolvi criar a revista UNIVERSO BRASIL, que ( na medida do possível) resgatará e ou homenageará criadores e criações...


Será uma publicação digital, com a frequência que os custos permitirem, de início, um "teaser” de 8 páginas que abre uma infinidade de possíveis continuações... Este trabalho teve a participação do amigo Renan Ishin(arte e cores), do Adriano Felix (cores págs 7-8)... É apenas um resgate à memória do nosso quadrinho para leitura free sem qualquer retorno financeiro e um tributo aos autores Deodato Borges e Francisco Armond/Renato Silva...


Aqui apresentaremos O GARRA CINZENTA  e O FLAMA que mesclamos com informações subliminares, como as cores pigmentadas nas pages do Flama que remetem ao tipo de impressão da década de 60; no Garra, mantivemos a grafia original dos diálogos de 37 e ausência de cores; mostramos o Edifício São Luiz, onde realmente funcionava a Rádio Borborema que apresentava  o programa radiofônico - As Aventuras do Flama;  em um dos quadros, reproduzimos a primeira capa do herói paraibano com os meninos ouvindo o rádio; o asteroide do Catalogador chama-se Costela de Adão, numa alusão ao grande ficcionista brasileiro Berilo Neves, enfim, uma aventura simples, sem quaisquer pretensões de louros, um “teaser” como prefiro denominar,  quem sabe o início de um projeto maior...

Espero que gostem...
Baixem AQUI
ISSUU (Para leitura ON LINE e baixar PDF)

Lancelott


quarta-feira, 9 de outubro de 2013

RESISTENTE por Juliano Rocha






































Resistente é uma criação do autor Juliano Rocha, em 03 de junho de 2013. As influências para sua criação são personagens como Demolidor, Capitão América e Wolverine.
As aventuras do herói estão sendo publicadas em formato de webcomic  seriada. Futuramente será publicado a edição impressa.
Personagem
Nome verdadeiro:
Eduardo Oliveira
Características físicas:
1,90m de altura, 94 kg, cabelos e olhos castanhos, pele parda.
História:
Aos 25 anos de idade, Eduardo Oliveira foi diagnosticado com uma doença degenerativa incurável. Seu pai, grande cientista e pesquisador do uso de células-tronco, aplicou todo o seu conhecimento para reconstituir parte do seu corpo. O tratamento foi um sucesso mas um acidente fez com que as células-tronco ficassem expostas à radiação, causando uma mutação e lhe dando força, velocidade e resistência sobre humanas.
Poderes:
Resistente, é capaz de levantar 6 toneladas, correr a uma velocidade de aproximadamente 100 km/h e seus ferimentos e contusões cicatrizam 10 vezes mais rápido que um humano normal.

sábado, 14 de setembro de 2013

ESCORPIÃO DE PRATA Fanarts (Lancelott & Eloyr Pacheco)

O Projeto FANART é  uma compilação de várias artes esparsas do personagem Escorpião de Prata. Mas, antes cabe uma definição do termo...Fanart ou fan art é uma obra de arte baseada em um personagem, fantasia, item ou história que foi criada por fãs. 
Não haveria melhor definição para este e-book... As artes aqui apresentadas  foram feitas por admiradores do  Escorpião de Prata, desde o movimento do fotolog Terra até o advento do facebook. Foram compiladas artes antigas e novas, enviadas para esta publicação por artistas de todo Brasil e fãs confessos do herói. 
Como bem disse Eloyr Pacheco:
"São tantos estilos, tantas técnicas, tantos olhares diferentes sobre o Escorpião de Prata que eu, como roteirista, às vezes não o entendo por completo. (“Decifra-me ou devoro-te!”) Numa leitura mais profunda eu o vejo como miscigenado assim como é o povo brasileiro. Não quero filosofar... Paro aqui esta divagação."

IMPERDÍVEL!!!

LINK para baixar basta clicar AQUI:
ISSUU (Para ler ON LINE e baixar PDF)


terça-feira, 3 de setembro de 2013

CAPITÃO GRALHA by Francisco Iwerten

O Capitão Gralha foi um personagem obscuro do Quadrinho Brasileiro na década de 40..?!. Seu criador foi Francisco Iwerten(?!), que apresenta o primeiro personagem alado de nosso quadrinho pela Gráfica Eclipse em tres edições?! Os registros sobre o Capitão Gralha foram apresentados em 1997 através da equipe criativa de O GRALHA, um descendente deste herói, como forma de homenagem ao Iwerten e para consubstanciar a origem do novo herói das araucárias. O fato criado tornou-se uma lenda urbana...Verdade? Mentira? Um herói não existe sem um mito...
Neste caso, uma idéia plantada como uma lenda, uma obscura e improvável existência de cria e criador que se espalhou como se fosse um fato assim... Fantástico!
Mesmo como uma criação coadjuvante pelos mesmo criadores de O GRALHA, ganhou seu espaço nesta mídia icônica e passou a existir como um personagem do Quadrinho Nacional.
O Capitão Gralha era um alien refugiado na Terra e passa a defendê-la com suas habilidades e poderes, tornando-se "O Maior Herói do Mundo."


URUBU de Leonardo Vidal e Edson DiAngello

“A inspiração principal foi Dom Quixote e suas idéias cavaleirescas; adaptando para o nosso tempo, o fulano só podia querer ser um herói. No lugar da loucura resolvi colocar uma mistura de crise de meia-idade com depressão profunda causada por um divórcio traumático, mais a vontade de impressionar o filho. O essencial, o patético, eu mantive.”Leo Vidal.
Personagem criado por Leonardo Vidal, calcado nos transtornos da mente, viscerados no rude cotidiano... Não é quixotesco, nem fantasias irreais os motivos que levaram o personagem a tornar-se um “herói”... O herói foi publicado na revista virtual (e-zine) FARRAzine#V, de 2008 com capa magistral de Edson DiAngello, artista co-autor do conceito gráfico do personagem. Este é mais um personagem originário do projeto F.A.R.R.A de Eudes Honorato, criado para dar “vazão aos SONHOS”... A web tem possibilitado, neste formato de mídia, excelentes criações para a HQBr, pena restringir-se a uma ou duas publicações...

sábado, 20 de julho de 2013

SOBERANO de Lunyo Souza

Soberano é uma criação do artista brasiliense Lunyo Alves de Souza em 2005... O personagem absorveu na sua construção as influências, como afirma o autor do "Superman como a maioria, minha cidade Brasilia... sua Arquitetura... de Oscar Neye Mayer. e a Maçonaria Brasileira" . O Soberano, realmente pela sua figura, expira todas estas vertentes e fontes de inspiração dosadas propositadamente pelo autor.  A brancura das vestes, símbolos e o próprio nome não poderiam estar melhor empregados no super-herói.
Gabriel de Freitas ao conquistar o mais alto grau da Maçonaria, uma Sociedade Secreta e Iniciática, foi congnominado de Soberano - O Cavaleiro Branco e a ele foi passado um uniforme, o Manto Branco, com poderosos recursos oriundos de uma sabedoria antiga... 


sábado, 29 de junho de 2013

F.D.P. de Leonardo Santana & Jose Henrique

F.D.P. ou melhor  Fernando Drummond Pessoa é uma criação do roteirista Leonardo Santana e o ilustrador José Henrique, publicado em título próprio/autoral em 2008...  O personagem F.D.P., que pelo acrônimo já se define, é um repórter inconsequente  que se envolve com criminosos  nada comuns. Apesar de apresentar um perfil  no mínimo duvidoso, o herói(!?) tem  a capacidade de irritar seus interlocutores e muita sorte para lidar com situações extremas...

SILAS VERDUGO, O Homem do Patuá de Elmano Silva

Silas Verdugo, O Homem do Patuá foi criado pelo pernambucano Elmano Silva, nos anos 70 e publicado na revista Spektro#21,22 e 24 da Editora Vecchi. Foi publicado também pela Editora Marca de Fantasia em 2005 contando sua origem...
O Homem do Patuá é possuidor, como o próprio nome indica, de um talismã/patuá milagroso que o protege de qualquer ataque, seja físico ou espiritual...  O personagem é requisitado para embates com o fantástico e o mal, sempre bem vestido e portando uma cartucheira.


FRANCO de Luigi Colafigli

Franco, O Atirador é um personagem do arquiteto e ilustrador Luigi Colafigli, criado em 2004 e integrando o zine Subterrâneo, com aventuras rápidas e objetivas.
O assassino profissional que "adora" o seu serviço, sempre cumpre seus contratos por bem ou por mal, não quer saber da vida de quem vai matar, nunca revela seus contratantes, não aceita suborno e sempre termina seu trabalho...
Franco, mora e ou se esconde nos subterrâneos da cidade onde atua, quase sempre não sai de seu "bunker": "Ele só sai dos subterrâneos da cidade quando tem de trabalhar." E aqui, claro, uma relação com a publicação "Subterrâneo" numa leitura interessante, vinculando o personagem e o zine.

PATRULHEIRO FANTASMA de Rubens Cordeiro

Patrulheiro Fantasma é um personagem de Rubens Cordeiro, publicado na década de 60 pela Editora GEP, nas revistas Superargo...  "Existe um Patrulheiro Fantasma? Muitas pessoas afirmam tê-lo visto e recebido ajuda dêle! Quem seria o Patrulheiro Fantasma? Alguns afirmam ser o espírito de um policial-rodoviário que faleceu em um acidente quando executava uma missão de salvamento! Mas, existe mesmo o Patrulheiro Fantasma?" ( Texto de apresentação do personagem...)
O herói-espírito e ou fantasma continua sua missão a favor da ordem protegendo os andarilhos e viajantes, surgindo a qualquer momento em sua possante halley davidson...

sexta-feira, 28 de junho de 2013

CAPITÃO CAATINGA de Franco de Rosa e Sebastião Seabra

Capitão Caatinga foi uma criação de Franco de Rosa e Sebastião Seabra. O personagem estreou no Jornal "Notícias Populares" em julho de 1974 e foi produzido initerruptamente por 4 anos e mais a frente, com destaque, na Editora Grafipar, publicado regularmente na revista "Sertão Pampas".
O herói ou anti-herói é um solitário sem nome conhecido apenas por "Capitão" a vagar pelo sertão sempre com os sentidos aflorados à flor da pele... Suas aventuras se passam na fase final do cangaço nordestino sendo ora perseguido por cangaceiros e ora pela polícia e sempre seguindo sua trila solitária...


BHELIAL de Rafael Pinheiro

Bhelial foi uma criação de Rafel Pinheiro e publicado no ano 2000. Foi uma publicação autoral de seis edições pela Daedalus Produções Ltda.
Matheus Salles era um estudante de artes cênicas na UNB que no dia de sua estréia teatral, fora sequestrado pelo seu melhor amigo, submetendo-o a experimentos e testes químicos com uma poderosa droga conhecida por DOPHS e ainda travestido sob a maquiagem de Bhelial passa a caçar os criminosos..

C.T.E.P. de Adriano Sapão

C.T.E.P. (Comando Tático Especial da Polícia) é uma criação do desenhista Adriano Sapão em 1995 e publicados nos quadrinhos nos zines Shô Kayrú e Projeto Continuum em 2002... Os personagens na sua criação sofreram diversas influências: "Alguns personagens foram inspirados em familiares e filmes de ação que assistia quando criança, tipo SWAT, Charles Bronson, Clint Estwood, Stallone, Bruce Willes..." (AS)
O grupo de policiais é composto por João Gordo, Maria Doze Homens, Chico Leão, Márcia PC, Besouro Preto, Sará Pit Bull, Carlos O Mexicano e a Delegada Carlona além do Diablo, o pitt bull...



AÚ, O Capoeirista de Flávio Luiz

Aú, O Capoierista foi criado em 1992 como parte de um exposição de quadrinhos feita pela Aliança Francesa, ainda como um menino de oito anos mas, somente em 2008 o personagem "cresceu" e tomou a a forma adolescente no seu álbum de lançamento nacional - "Aú, O Capoeiriosta"...
O herói foi criado pelo desenhista Flavio Luiz, refletindo uma identidade nacional. É um personagem adolescente, tipicamente baiano, ambientado em locações e lugares do cotidiano de Salvador/BH.
O Aú, como nome indica, é um dos movimentos da capoeira e o herói também reflete este movimento dinâmico ao interagir com a cultura e brasilidade peculiar de suas histórias criados por seu autor. 

GAÚCHO NEGRO de Ceroni Cunha & Rogério de Souza

O Gaúcho Negro foi uma criação dos autores Ceroni Cunha e Rogério de Souza, em 2009 para o movimento internacional Real Life Super Heroes/RLSH, baseado em ícones pops das Hqs, utilizando referencias e proporções naturais... O projeto baseou-se na "Corporação Batman" do Miller: "...também foram inspirados estes personagens na criação da "corporação batman"... gosto de pensar que Gravataí é a Gotham City de uma realidade alternativa..." (Ceroni Cunha)
O herói foi para os quadrinhos em 2012 com a proposta de atuar sempre com crianças e em ações de cunho educacional. A edições eram distribuidas gratuitamente na rede pública de ensino, tiragem em média de 500 exemplares...
O herói atua na área de segurança pública, faz patrulhas e rondas voluntárias ajudando pessoas em situações de risco ao lado de seus dois ajudantes mirins, Pet e Defensor.
 

HOMEM MICROSCÓPICO de Mário R. Candia

O Homem Microscópico foi publicado em 1967, de autoria de Mario R. Candia através da Editora CANDIA (um empreendimento autoral)...
O diminuto personagem, Homem Microscópico talvez seja o primeiro personagem do quadrinho brasileiro com estas "proporções" atuando no mundo microfísico. O herói foi "localizado" pelo cientista Dr. Arnold quando buscava a cura para um paciente seu e vislumbra esta forma humanoide atuando no interior do corpo humano em questão. Após o contato formam um parceria e interagem de forma a "curar" o paciente no confronto com as bactérias e vírus...

terça-feira, 25 de junho de 2013

MACUMBA JOE de Jose Alberto Lovetro & Louis Chilson

Macumba Joe foi uma criação de JAL/Jose Alberto Lovetro e o cineasta Louis Chilson nos anos 80... O personagem foi publicado na inovadora Revista MONGA#01 em 1987 de vida efêmera... "Eu (JAL) e o Gualberto que editamos a MONGA resolvemos não continuar a revista porque queríamos pagar os desenhistas e não ter mais uma revista de ajuntamento de artistas sem um plano comercial para mantê-la..."
O herói foi criado para ser também um filme: " A idéia do Macumba Joe, especializados nos cultos ocultos era para ser também um filme e ficou entre os muitos projetos que nossa juventude criava..." (JAL)
Macumba Joe ou como na porta de seu escritório, José dos Santos Investigações, sempre se envolve diretamente com cultos afros e parece ser um jogador inveterado do jogo do bicho mas, não gosta de ser chamado "Macumba" Joe... O detetive usa um cordão com um pingente de Oxóssi, demostrando ser um adepto e ou um iniciado nestes cultos. Joe teve apenas uma aventura publicada e foi baleado no último quadro...teria morrido?! Vamos aguardar...

DICK PETER de Jerônymo Monteiro (aliás Ronnie Wellss)

Dick Peter foi uma criação de Jerônymo Monteiro em 1933 como série policial e já em 1937, transformada em uma série radiofônica de muito sucesso com “As Aventuras de Dick Peter” na Rádio Excelsior, Rádio Tupi de São Paulo, Radio Difusora entre outras...  O personagem no rádio teve o patrocínio do Café Jardim com muita audiência sendo levado aos quadrinhos, na década de 40, no Jornal A Gazeta/Gazeta Juvenil com a arte de Messias Mello, no Diário da Noite(São Paulo) em tiras diárias com a arte de Abílio Diniz e depois, pela Editora La Selva a partir de agosto de 1952 na revista Cômico Colegial, arte de Jayme Cortez...
O autor assinava, nos pulps, como Ronnie Wells, afinal seu personagem era de Nova Yorque ( terra dos pupls...), talvez como uma forma de preservar o mito do autor americano para este formato de literatura...
O Dick Peter é um detetive amador que mora em Nova York, sempre com o apoio dos policiais Sargento Cross e o seu chefe Morris, resolvendo os casos antes da policia... As histórias eram recheadas de bandidos assassinos, caçadores de tesouros, civilizações perdidas no tempo, cientistas malucos, aparatos tecnológicos, bem no clima mesmo dos pupls de então...
Dick Peter foi esquecido...



domingo, 23 de junho de 2013

DETETIVE NELSON de Altair Gelatti

Detetive Nelson foi criado pelo quadrinista Altair Gelatti e publicado na revista ALBATROZ/(Caxias do Sul/Rio Grande do Sul) entre 1967 e 1971, alcançando 46 edições... A revista Albatroz era uma produção independente e uma paixão de Altair Gelatti impressa em gráfica própria, a Litoarte, transformando-se em  Editora na década de 70... 



DETETIVE CASTRO de Dagomir Marquezi

O Detetive Castro é de autoria de Dagomir Marquezi, criado nos anos 80 para a revista Homem da Editora Tres... O autor credita a gênese do personagem ao ator Hélio Souto, que o inventou/interpretou como personagem no filme Conceição em 1960. Dagomir, na criação do personagem, também mesclou o estilo "Humphrey Bogart", ambientando o personagem vivendo em São Paulo e andando de Kombi.
Foram produzidas 3 histórias: O Caso do Lobisomem Libidinoso, O Caso da Mulher Dragão ( ambas publicadas pela Vecchi) e o Caso da Escada Para o Paraíso, todas desenhadas por Flavio Colin.
O Detetive Castro é um herói urbano, tipicamente paulista, morando no centro de São Paulo, sempre se envolvendo em fantásticas aventuras, como por exemplo, no Caso da Mulher Dragão, contracenando com a personagem de Milton Caniff...


CHICO FLEXA de Tiago Barbosa

Chico Flexa, uma criação de Tiago Barbosa, foi publicado pela revista Historieta#02 de Oscar Kern na década de 70... O herói foi apresentado  em  25 tiras diárias, originalmente produzidas em 1967 para a Maurício de Souza Produções, que infelizmente não aproveitou o belo trabalho de Tiago Barbosa.
O herói é um repórter/detetive que resolve casos policiais com maestria e perspicácia e ainda publica no seu jornal FLASH.


ALL SCOTT de Osvaldo Talo

All Scott foi publicado pela Roval Editora Ltda de Salvador Bentivengna na década de 60, apresentado em algumas edições da revista Velho Oeste, com o seguinte título: "All Scott Contra o Crime". 
O personagem surgiu sob o traço de Osvaldo Talo e era um agente do FBI, com todas as "especialidades" de um outro herói do gênero, James Bond, que despontava no cinema também no início da década, entre outros vários detetives que surgiam nos quadrinhos brasileiros.


domingo, 9 de junho de 2013

DEREK, O Detetive de Márcio Garcia

DEREK, O DETETIVE foi criado em 2006 por Márcio Garcia e sua publicações ocorreram entre as edições 12 e 24 do flyerzine Subterrâneo e também nas revistas Subterrâneo Especial nº 2, 3 e 5.
O personagem é um detetive chamado Derek Jones que ingressa na força policial da fictícia cidade de Paper Ville no começo dos anos 30. Foi promovido a detetive devido a diversas prisões de criminosos foragidos. Todos acreditam que ele tenha algum tipo de intuição ultra-desenvolvida. Tornou-se especialista em investigar o crime organizado nos anos 30 e 40. Tem fixação em perseguir a famosa mulher gângster Charlie Stone, sua arqui-inimiga. 
A criação de Marcio Garcia, ambientada nos anos 30 e 40 resgata o clima noir das histórias de detetives com muito humor e cheia de aventuras... O interessante é que a mítica dos detetives iniciados com a a letra "D" nos quadrinhos de um modo geral, como Dick Tracy nos EUA e Dick Peter aqui no Brasil fomentaram o surgimento de um outro detetive, não menos fantástico, Demetrius Dante de Will, também do zine Subterrâneo...


domingo, 2 de junho de 2013

PIRATA FANTASMA (GHOST PIRATE) de Reginaldo Araujo & Carlos Thiago da Rocha

PIRATA FANTASMA ou Ghost Pirate foi uma criação de Reginaldo de Araujo Costa em 24/03/2010 da cidade de Luziânia/Goiás e desenhado pelo catarinense Carlos Thiago da Rocha... Sua primeira aparição foi em uma publicação digital em 2012, como divulgação, no facebook...
O herói, um mortal comum, Jose Carlos Brasileiro, foi "selecionado" pelo Colecionador de Almas que o leva até Zelat, o Imperador do Submundo e o transforma no "Pirata Fantasma", uma espécie de general deste universo/submundo.. O jovem "escolhido" na verdade, já pertencia a este submundo e estaria apenas reassumindo suas funções como décimo terceiro general. Além de armas de fogo tem poderes especiais advindos do seu uniforme, comandados por seu pensamento...

domingo, 26 de maio de 2013

PILOTO ANDRÓIDE de E C Nickel


PILOTO ANDRÓIDE foi criado por E C Nickel no final dos anos 90, em uma HQ de 8 páginas, chamada "Imortalidade". O personagem central era um andróide que pilotava astronaves uma vez que os humanos não seriam capazes de enfrentar os efeitos físicos e psicológicos das viagens pelo hiperespaço e ou em missões de alto risco...
As aventuras do Piloto Andróide normalmente, se limitavam a isso, mas esse andróide era um pouco diferente: embora obrigado a cumprir as ordens dos seres humanos, possuia ética, compaixão e um senso crítico bastante apurado. Não considera os humanos como semideuses por o terem criado e sim como criaturas cheias de defeitos e imperfeições. Sempre que possível, ele procura cumprir as ordens que lhe são dadas, mesmo estúpidas ou criminosas, de forma a que prevaleça uma certa forma de justiça. 
"Imortalidade" mostra bem isso e foi publicada em preto e branco na revista Areia Hostil #11, em janeiro/2009. Uma versão on-line a cores, em inglês, está disponível no site www.brokenvoice.co.uk.
O personagem, embora coadjuvante dessa primeira aventura, pode voltar em breve:
"Este é um personagem que pretendo desenvolver e criar novas histórias no futuro próximo."(EC NICKEL)


FANTO de Agenor S. Miranda

FANTO é um personagem de Agenor S. Miranda, uma publicação autoral com uma mini-série de 3 edições, em 1997, consignado como publicado pela EBAL (naturalmente só uma homenagem do autor...).
O herói é "um gigante de pele azulada, ele tem força e fúria..." e bastante humor. Na sua única edição existente, apesar de uma mini-série de 3, é um gigante de dois metros, definido como uma alienígena na Terra a defendê-la de seres de outras dimensões como o Dr. Dun e Lorde Trevan... Em outra parte da sua hq, ele seria filho de Tasan-Ade, recolhido na Terra e que "todos de sua espécie devem morrer"...
O alienígena, pela sua definição física, se assemelha em muito ao deus indiano, Ganesha, possibilitando primorosos roteiros a serem desenvolvidos com um personagem tão interessante

sexta-feira, 10 de maio de 2013

THE NEGÃO de Eduardo Kowalewski

THE NEGÃO é uma criação de Eduardo Kowalewski na década de 90... The Negão foi publicado em fanzines, edições independentes e especiais em 1998 pelo os Estúdios Reverbo. O personagem, apesar do estilo "udi-grúde",  é irreverente, alegre, debochado, divertido, sarcástico. se não vejamos o que diz
o próprio autor, em um editorial: "...THE NEGÃO, o personagem mais barra-pesada, mais pavio curto e mais legal do mundo das Histórias em Quadrinhos. Mas afinal, quem é ele? Ele não  é um herói e também não é um vilão, ele não tá nem aí pra essas frescuras! Muita cana, muita mulher, uma boa briga e ver todo mundo se foder: esse é o lema de THE NEGÃO."
O herói (?!), ainda é um artista marcial, um lutador de rua que não dispensa uma boa briga com até mentor e mestre - Shimiju Omurukai,  que o orienta e treina. Sua cidade "natal" é Meretrópolis é um território perfeito para suas aventuras, tramas e inusitadas situações criadas pelo autor. Mas, cuidado, "The Negão não mata, só aleija!"

quinta-feira, 9 de maio de 2013

ESTEVÃO (Projeto Geonoma) de Alexander Macno

Estevão Lima Ferreira é a personagem principal, criado por Alexander Macno (2011) para trama Projeto Genonoma. Filho único e oriundo de família humilde, ele mora com Dona Fátima e Dona Josefa, suas respectivas mãe e avó. Com onze anos de idade, ele era uma criança como outra qualquer antes de ter os seus poderes, derivativos da bionanotecnologia...
Estevão era um menino que vivia uma vida relativamente normal e modesta... Um bom aluno, apesar das judiações que sofria de uma turma de briguentos da escola. Um dia, numa excursão à uma empresa de tecnologia - a Indústria G-TEA - a vida do pequeno Estevão dá uma reviravolta quando ele encontra um medicamento composto por bionanorrobôs, cujo efeito é a concessão de poderes a quem usufruí-lo. Conforme o desenrolar da trama, Estevão se vê envolvido numa grande conspiração, maquinada por criminosos e assassinos chefiados por uma máfia internacional, até então desconhecida. Também entre em cena Isaac, um garoto de doze anos de idade, sendo um ano mais velho que o protagonista e extraordinariamente inteligente, embora um de seus defeitos seja o de se esnobar diante de quem não o compreende. Filho primogênito de Newton Cordeiro Gallápagos - cientista e chefe do Departamento de Pesquisas da Indústria G-TEA -, às vezes está em clima de contenda ao impor regras e querer monitorar as ações de Estevão, por achá-lo imaturo. A confusão tem início muito antes de saber que Estevão saber que foi geneticamente modificado, o que resulta numa dolorosa lição aos inimigos escolares que, por sua vez, o convidam a fazer parte de uma academia de boxe. E agora, sendo treinado por um lutador profissional linha-dura, a sua vida, tanto quanto a de Newton, correm grande perigo.
O personagem é um super-herói, publicado de forma literária ambientado sem o clichê dos uniformes coloridos e colantes, muito embora, tenha todos os atrativos dos mistérios, perigos e muita ação peculiar dos quadrinhos..

quarta-feira, 8 de maio de 2013

KOREME, A Justiceira das Selvas de Gedeone Malagola

KOREME, uma personagem criada por Gedeone Malagola, na linha "tarzanide", publicada na década de 50... Uma bela loira, como o nome diz, uma justiceira a serviço dos oprimidos seguindo a linha de outras heroínas dos comics da Fiction House...
A bela selvagem tinha suas aventuras ambientadas nas selvas africanas entre leões, feiticeiras, rainhas, caçadores e sacrifícios humanos. No início tinha grande semelhança com Sheena (Fiction House - 1937) mas depois ganhou uma vestimenta mais pessoal...
Foi publicada na revista Congo King, Edição Juvenil - Ciência Ilustrada em 1953 com argumentos do próprio Gedeone.

OPHIDYA, A Rainha Serpente de E.C. Nickel

Ophidya, A Rainha Serpente foi criada em 1981 por E C Nickel para a linha de terror da Editora Vecchi. Foram publicadas ao todo quatro aventuras:
1-Ophidya, A Rainha-Serpente - Sobrenatural #31 - Outubro/1981
2-A Volta da Rainha-Serpente - Sobrenatural #35 - Janeiro/1982
3-Paixão e Veneno - Almanaque de terror #3 - Julho/1982
4-O Monstro da Doutora Stein - Spektro #28 - Agosto/1983

Após a queda da Atlantida e antes dos primeiros registros históricos, Ophidya era uma rainha que fez um pacto com o Demônio: Juventude eterna em troca de almas para o Senhor das Trevas. Aprisionada por um mago, no interior de uma pirâmide na Amazonia, ela adormeceu por milênios, até reviver na época atual, quando sua tumba foi violada por dois arqueólogos. Um deles, Walter, teve seu corpo usurpado por um lacaio de Ophidya e sua mente ficou aprisionada no corpo mumificado daquele. Ophidya vai para uma grande cidade e passa a espalhar o terror, sugando a essência vital de incontáveis humanos para manter sua juventude. A múmia a segue e acaba destruindo a Rainha-Serpente, retornando ao seu corpo. Este é um resumo da primeira HQ.

Na segunda HQ, Walter tem pesadelos com Ophidya e sente que deve retornar à pirâmide para se livrar deles. Um culto de nativos sacrifica uma garota e, graças á sua essência vital, Ophidya retorna à vida. Ajudado por um espírito nativo, que pode assumir a forma de um jaguar negro, Walter derrota os membros do culto e Ophidya foge, transformada numa pequena serpente.

Na terceira HQ, o Demônio entra em cena, revoltado com o fato de Ophidya ter se apaixonado por Walter, revelando seu lado humano. Ele transforma Walter num monstro, a quem Ophidya mata, sem saber que era o seu amado.

Na quarta HQ, uma velha cientista mantém seu esposo vivo graças a transplantes de órgãos. Ao matar um assaltante que invadiu sua mansão, ela transplanta seu coração para o marido e ele revive, como um moderno monstro de Frankenstein. Como ele deseja uma esposa jovem, eles raptam Ophidya, que trabalhava como dançarina em uma boate, planejando transplantar o cérebro da cientista para o corpo da Rainha-Serpente. Como era de se esperar, eles se dão mal...

STONE, O Mercenário de Alexandre Lobão e E.C. Nickel

Criado em 2003, com o roteirista Alexandre Lobão e E C Nickel, Stone viveu numa época remota, como mercenário. Após se aposentar, passa a viver como um fazendeiro, com sua esposa e filha. Seu sossego termina quando um velho companheiro de armas, agora seu inimigo, destrói sua casa, mata sua esposa e rapta sua filha, a mando de um feiticeiro.
Nas ruínas fumegantes de sua casa, Stone empunha novamente sua grande espada e jura resgatar a filha e fazer os assassinos pagarem caro pelo que fizeram. 
O cenário de suas aventuras tem um clima fantástico, numa mistura entre o medieval e o Sci-Fi... Em uma de suas aventuras encontra um viajante do tempo e robôs, claro, na visão de Stone, monstros e um bruxo!
O personagem, apesar de criado em 2003, como um projeto de uma Graphic Novel (48 páginas), debuta na revista Mundo Paralelo 10 anos depois...


quinta-feira, 25 de abril de 2013

A TRIBO por Junior Cortizo, Bert Ribeiro, Dimas Moreira & Paulo C Moreira

A TRIBO foi um grupo de personagens que surgiu nos anos 90, com muito destaque no "movimento dos fotologs terra"... Foi uma reunião de esforços, troca de idéias de vários autores que se somaram ao Júnior Cortizo, como Dimas Moreira, Bert Ribeiro e Paulo Moreira. A Tribo chegou a ser publicada na revista Grandes Encontros#0, editada pela SG Visual do Samicler Gonçalves, em 2009 e também na OI Quadrinhos, on line...
A Tribo é uma equipe de humanos com poderes extraordinários que são perseguidos por um vilão que os culpa por uma tragédia que aconteceu em sua vida. Inicialmente, A TRIBO, formada por pessoas normais, se unem contra um inimigo comum e são apanhados de surpresa no experimento e ou acidente que "desperta" neles e em outras pessoas poderes e habilidades latentes... O grupo inusitado é formado pelo Professor Ladislau, Puma, Pantera, Cura, Tiborg, Volt, Portal, Ultra e Lynx.


quarta-feira, 24 de abril de 2013

DOUTRINADOR de Luciano Cunha

O DOUTRINADOR foi criado por  Luciano Cunha em 2013 e publicado pelo selo Capa Comics (O nome é inspirado no lendário Tenório Cavalcanti, político da baixada que ficou conhecido como o Homem da Capa Preta. A iniciativa reúne quadrinistas de Duque de Caxias e da Baixada Fluminense, além de trazer um espaço exclusivo para o grafite, matérias e entrevistas.)...
O personagem foi criado motivado por casos urbanos, latentes na mídia como insolúveis e sem a devida atenção da justiça...: 
"Posso adiantar que o personagem foi criado agora, este mês... Foi a minha revolta sobre o caso do filho de um famoso, que teve uma nova perícia concluindo que ele estava "dentro da velocidade permitida" quando atropelou o ciclista... Aquilo me revoltou tanto que criei o Doutrinador!!' (LC)
O Doutrinador, um vigilante, um anti-herói, apesar do apoio popular é caçado pelo governo, vivendo à margem da lei... Ninguém sabe quem é ele...

COVER de José Amorim

COVER de Jose Amorim foi criado em 2009 e publicado pela editora virtual Novo Sistema em novembro de 2011... 
O sinistro personagem é na verdade Will Banks que foi um experimento, uma cobaia contra a sua vontade, tornando-se ao final, um hospedeiro de um "tecido" que o manipula, ampliando suas possibilidades para além das capacidades humanas... Como um simbionte aprendendo a convier com essa dualidade, também utiliza-se dos poderes do traje que o reveste para empreender uma caçada a quem o "criou"...

CAPITÃO BRASIL de Antonio Peres/Volpone

Capitão Brasil foi uma criação de Antonio Peres/VOLPONE, ainda em meados de 1985, por influência de sua leitura nos quadrinhos de então  e um certo "bandeiroso" estadunidense... Somente teve passagens virtuais na web e em 2013 uma webcomic com o Ciclone/JOLBA pela ROX Quadrinhos...
Capitão Brasil, aliás, o jovem oficial do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, José Carlos da Silva Brasil, recebe suas habilidades especiais ( força sobre-humana, rapidez, agilidade e reflexos superiores a um humano comum) de um ser extra-dimensional que acaba se desintegrando no processo de transferência...
Sua alcunha se deu por ocasião de uma situação  especial, quando teve que se defrontar com uma ameaça urbana denominada Montanha, um experimento do governo, e no evento, envolveu o rosto com a bandeira do Brasil... Mais tarde sua imagem foi capitalizada pela mídia como um símbolo nacional: o Capitão Brasil!


BENTO de Anderson Cunha

BENTO é um criação de Anderson Cunha, publicado em maio de 2010 através do site NHQ... Foi uma webcomic de apresentação do personagem no traço do desenhista Rodrigo Vinícius. Bento é um ex-policial e detetive particular que resolve ganhar dinheiro com o que aprendeu a fazer de melhor: matar...
A criação de Anderson Cunha é o típico anti-herói que faz justiça com as próprias mãos... Bento talvez seja desses personagens que andem no limite tênue entre o bem e o mal...


ANDRÉIA, A Repórter de Aluir Amâncio

Andréia, A Repórter é uma criação de Aluir Amâncio, publicada em 1991, pela Editora Abril... Foram somente três edições da jornalista aventureira. A personagem ao lado do fotógrafo Al, da Revista Nacional, por quem nutria uma conturbada atração, se envolviam em aventuras recheadas de emoção e paixão... 
A proposta da revista era fazer um passeio por lugares conhecidos do Brasil e por outros mais exóticos e interessantes do mundo inteiro, onde a notícia for manchete e render uma boa história, alí estaria Andréia, a repórter principal da Revista Arquivo.
As histórias da repórter tinham um contexto bem contemporâneo e Aluir Amâncio brincava com as referências de famosos e personagens dos quadrinhos do momento, como por exemplo, na aventura "De Olho na Gata", numa festa que cobria, estavam Jô Soares, Hebe Camargo, Clark Kent, Peter Parker, Tarcísio Meira, Faustão, Caetano Veloso e outros...
O autor captou bem a atmosfera dos anos 40 quando repórteres se envolviam em aventuras assim e apesar do clima jovem das aventuras e da influência da época que trabalhava para Maurício de Sousa Produções, Andréia, A Repórter, tem personalidade própria.


terça-feira, 16 de abril de 2013

MEMO, A Revista da Memória Fotográfica de Toni Rodrigues

MeMo, A Revista da Memória Gráfica - um trabalho magistral de recuperação histórica, notadamente gráfica,  numa visão muito particular do autor que partilha seu acervo e informações de forma muito especial com esta revista digital... Estas memórias incluem 40 anos de colecionismo, que de fato, vão despertar em outros leitores, sensações como lembranças afetivas de tempos idos e também magnífica fonte enciclopédica de pesquisa... Neste primeiro número de estréia o autor, Toni Rodrigues, apresenta o grande artista ítalo-brasileiro Nico Rosso com farto material gráfico... Não deixem de conhecer... 

Baixem o arquivo em CBR - AQUI
Baixem o arquivo em PDF - AQUI

domingo, 14 de abril de 2013

COLETÂNEA FLAVIO COLIN VOL 9 - LOBISOMEM


Volume 09! Quase 200 páginas e aproximadamente 900 páginas já publicadas... Reforçamos  que este trabalho é apenas um resgate da memória da Arte de Colin e um tributo ao seu prolífico trabalho em prol dos quadrinhos no Brasil, muito embora ele mesmo o tenha afirmado em várias entrevistas, que jamais pode sobreviver de quadrinhos....
Neste volume apresentamos as aventuras do Lobisomem, publicado na revista Capitão Mistério da Editora Bloch na década de 70, em particular, as desenhadas por Colin... O lobisomem brasileiro veio a surgir em decorrência da rescisão da Marvel com a Bloch.  O curioso é que o personagem chama-se Tab Russel em detrimento do original - Jack Russel, talvez por questões autorais...
A Arte de Colin, com as cores perdeu um pouco de seu encanto e nas primeiras histórias ainda estava pegando o “jeito” pois estava voltando da publicidade... Fazemos aqui este registro com estas compilações para os admiradores, fãs, estudiosos, pesquisadores da arte sequencial no Brasil.

Para baixar e ler basta clicar AQUI!

Boa leitura.

Lancelott

sábado, 13 de abril de 2013

COLETÂNEA FLAVIO COLIN VOL 8

Chegamos ao oitavo volume da série COLETÂNEA FLAVIO COLIN, totalizando mais de 800 páginas de puro Colin, arquivos digitais para pesquisa e conhecimento dos novos leitores...

O projeto visa tributar ao mestre, um preito de gratidão e levar sua obra à todos os artistas brasileiros... Colin, nada mais é do que uma verdadeira assinatura, um traço verde e amarelo que se  torna universal e único pela sua exclusividade.

Neste volume apresentamos 14 histórias compiladas, de forma aleatória, com o intuito único de preservação da nossa memória e a eterna lembrança de um mestre brasileiro!

Boa leitura.
Para baixar e ler (formato CBR) basta clicar AQUI.

Lancelott

domingo, 7 de abril de 2013

GARRA CINZENTA, FLAMA E CATALOGADOR DE UNIVERSOS - ENCONTRO #0

 

“ENCONTROS”?! Sim, a qualquer momento, inusitadamente, personagens do Quadrinho Brasileiro estarão aqui com o Catalogador de Universos, que no seu anseio insaciável por catalogá-los, os confronta, experimenta-os, conhece-os... Talvez, algo maior esteja por vir, quem sabe um grande confronto, ou pequenos eventos interligados ... Só o futuro dirá!

Meus amigos e fãs do Quadrinho Brasileiro, com esta minha sede de "catalogar" personagens oriundos desta fantasia gráfica, resolvi aliar à minha pesquisa um novo formato de contar e mostrar as nossas criações, obscuras ou não, marginais ou não, de fanzines e ou "oficiais", muitas delas mesmo feitas por grandes autores e circunscritas às suas regiões não são de conhecimento da grande maioria dos brasileiros, resolvi criar a revista UNIVERSO BRASIL, que ( na medida do possível) resgatará e ou homenageará criadores e criações...


Será uma publicação digital, com a frequência que os custos permitirem, de início, um "teaser” de 8 páginas que abre uma infinidade de possíveis continuações... Este trabalho teve a participação do amigo Renan Ishin(arte e cores), do Adriano Felix (cores págs 7-8)... É apenas um resgate à memória do nosso quadrinho para leitura free sem qualquer retorno financeiro e um tributo aos autores Deodato Borges e Francisco Armond/Renato Silva...


Aqui apresentaremos O GARRA CINZENTA  e O FLAMA que mesclamos com informações subliminares, como as cores pigmentadas nas pages do Flama que remetem ao tipo de impressão da década de 60; no Garra, mantivemos a grafia original dos diálogos de 37 e ausência de cores; mostramos o Edifício São Luiz, onde realmente funcionava a Rádio Borborema que apresentava  o programa radiofônico - As Aventuras do Flama;  em um dos quadros, reproduzimos a primeira capa do herói paraibano com os meninos ouvindo o rádio; o asteroide do Catalogador chama-se Costela de Adão, numa alusão ao grande ficcionista brasileiro Berilo Neves, enfim, uma aventura simples, sem quaisquer pretensões de louros, um “teaser” como prefiro denominar,  quem sabe o início de um projeto maior...

Espero que gostem...
Para ler é FREE, basta baixar AQUI.

Lancelott

sábado, 6 de abril de 2013

CATÁLOGO DE HERÓIS BRASILEIROS VOL 1


A primeira enciclopédia digital sobre personagens do Quadrinhos Brasileiro, de minha autoria, publicada na web... Foi publicada originalmente em 2010 e até o momento conta com mais 1.500 downloads free. O objetivo foi registrar personagens do nosso quadrinho, mesmo os obscuros, mas notadamente no gênero herói/super-herói e tributar um preito de gratidão aos autores/criadores destas maravilhas brasileiras. Esta edição ainda é a mesma de 2010 e, estamos preparando uma edição atualizada (dados, imagens, correções, etc...) para breve com mais de 600 personagens... Ficamos contente com o alcance destas informações que possibilitou o conhecimento de muitas criações até então, apenas regionalizadas e, também pelo advento do surgimento de outras publicações correlatas no mesmo gênero, que veio de sobremaneira contribuir com mais informações sobre o tema,  somos felizes por ter contribuído com a idéia...

Para baixar o arquivo acima basta clicar AQUI

quarta-feira, 27 de março de 2013

COLETÂNEA FLAVIO COLIN VOL 7

Amigos visitantes deste blog apresentamos A COLETÂNEA FLAVIO COLIN VOL 7... Com esta edição totalizamos pra mais de 700 páginas compiladas da arte de Colin espalhadas pelos mais variados periódicos de quadrinhos publicados nas décadas de 70 e 80... Visamos tributar ao Mestre com o carinho que ele merece e disponibilizar free para pesquisadores e fãs de sua arte... Para ter acesso a esta publicação digital/arquivo, basta clicar AQUI.
Boa leitura
Lancelott


segunda-feira, 25 de março de 2013

COLETÂNEA FLAVIO COLIN VOL 6

Chegamos ao sexto volume da série COLETÂNEA FLAVIO COLIN, totalizando mais de 600 páginas de puro Colin, arquivos digitais para pesquisa e conhecimento dos novos leitores...

O projeto visa tributar ao Mestre, um preito de gratidão e levar sua obra à todos os artistas brasileiros... Colin, nada mais é do que uma verdadeira assinatura, um traço verde e amarelo que se  torna universal e único pela sua exclusividade.

Neste volume apresentamos duas histórias da fase anterior ao seu traço mais conhecido, quando se aventurava nos caminhos terror ainda no seu traço mais realista, O ÍDOLO DE JADE e O MORRO DOS ASSOVIOS.

Para baixar e ler O VOLUME 06 basta clicar AQUI. 

VOLUME 01
VOLUME 02
VOLUME 03
VOLUME 04
VOLUME 05

Boa leitura.
Lancelott

sexta-feira, 22 de março de 2013

COLETÂNEA FLAVIO COLIN VOL 5 (JANGO JORGE)


Chegamos ao quinto volume da série COLETÂNEA FLAVIO COLIN, e nesta edição apresentamos 5 aventuras do personagem de  JORGE FISCHER NUNES, denominado JANGO JORGE

JANGO JORGE é um personagem da guerra civil do Rio Grande do Sul, sobrevivente da luta entre maragatos e chimangos que deixou muitas marcas... Seu pai era um maragato, que em combate matou o irmão de um chimango que após a guerra fora intendente e por ódio mandou matar  seu pai e sua mãe... Conseguindo escapar, jurou vingança aos seus algozes. JANGO torna-se um justiceiro a vagar nas plagas gaúchas...

O justiceiro JANGO JORGE apesar de ser da lavra de Jorge Fischer Nunes, já era figura dos “Contos Gauchescos” de 1912, de Simões Lopes, representando bem uma época de conflitos pessoais após a guerra...

Colin atribui com seu traço, forte personalidade ao herói campeiro, tornando-o muito peculiar e especial. Pena que ambos os autores do texto e da arte já partiram... Fica aqui o tributo, a homenagem e ainda pra conhecimento dos novos leitores. Para baixar e ler basta clicar AQUI